Ao redor do mundo, pesquisadores estão trabalhando para avaliar de que maneira a pandemia do coronavírus pode ter modificado as populações de baleias. A redução da atividade humana, aí incluída a navegação por grandes e pequenas embarcações, reduziu o nível de ruído nos oceanos e rede de pesca, bem como o risco de colisões de baleias com navios. E como estará a população brasileira de baleias-jubarte neste ano atípico?

Visando ter uma visão mais abrangente e, além de coletar informações científicas, conferir in loco a situação dos operadores de turismo de observação de baleias que estão desenvolvendo protocolos operacionais para a eventual retomada segura das atividades, o Projeto Baleia Jubarte deu início esta semana à Expedição Entre Baleias e Golfinhos, que vai percorrer cerca de 1000 milhas na região entre Praia do Forte (BA) e Vitória (ES).

Ao longo do trajeto, a equipe de pesquisadores irá avaliar a distribuição e o comportamento das jubartes, em especial nas concentrações conhecidas da espécie próximas das bases operacionais do Projeto (Praia do Forte – litoral norte da Bahia; Caravelas – Banco dos Abrolhos; e Vitória), reunindo informações que possam ajudar a entender possíveis mudanças caudadas pela situação de pandemia.

Na primeira pernada da Expedição entre Praia do Forte e Salvador, retratada neste vídeo curto, foram avistadas cerca de 60 baleias, das quais 20 filhotes, um excelente começo do trabalho!

A expedição também irá produzir um documentário “Entre Baleias e Golfinhos” sobre essa temporada atípica de baleias (e pessoas) na costa brasileira.

Com objetivo de garantir a interação full time com a imprensa, seguidores e toda comunidade que esta´ interessada no projeto, foi estabelecida a parceria com a USE Telecom, uma das maiores operadoras do setor de internet móvel do pais. Será disponibilizado um sistema móvel de internet 4G+, além de chips de celular, viabilizando o compartilhamento de informações em tempo real.

Acompanhem a navegação e saibam das novidades pelas redes sociais.

Mais informações sobre o Projeto acesse:

www.baleiajubarte.org.br