Onde você está?

Os computadores não lêem nomes de sites da mesma forma como os procuramos na internet. Enquanto nossa linguagem é letrada, eles funcionam por código numérico binário.

Quando digitamos “www.usetelecom.com.br”, por exemplo, ele reconhece qual o site procurado através do seu IP (Internet Protocol).

O IP é uma sequência numérica que funciona como um endereço digital e serve para identificação de computadores em uma rede ou páginas na web.

Para encontrar o IP correspondente ao nome, o computador faz uma consulta automática a uma série de servidores do Sistema de Nomes de Domínio (DNS, em inglês Domain Name System).

Para isso, os servidores são divididos hierarquicamente em vários tipos. Cada tipo possui informações diferentes. O mais importante deles é o servidor-raiz, que possui todas as informações da rede mundial de computadores.

TEMPO DE CONSULTA

O tempo que corresponde ao intervalo entre o momento em que buscamos o site e o carregamento da página na nossa tela – resposta dos servidores consultados – é chamado de latência. Ele demora milissegundos.

Parece pouco, mas a gente costuma ficar impaciente com a mínima demora de resposta à nossa procura.

COMO AUMENTAR A VELOCIDADE DA INTERNET

Uma das maneiras de se garantir maior rapidez na navegação online é ter o seu computador próximo geograficamente dos servidores do DNS – aqueles que detêm a lista de correspondência dos nomes dos site e seus IPs.

Você não deve saber, mas seu provedor de internet provavelmente já busca se conectar aos servidores mais próximos para realizar essa busca.

Para se ter uma ideia, os usuários corporativos do Use Internet Premium e todos os demais da nossa rede esperam, em média, apenas um milissegundo para receber a resposta de um site procurado.

Isso porque nós temos uma cópia do servidor-raiz “L-Root” no Data Center Tascom, que fica em nossa sede no Empresarial Mundo Plaza.