O que muda com a tecnologia 5G?

O 5G não vai deixar apenas a Internet dos aparelhos móveis mais rápida. Além desse grande benefício, essa nova tecnologia pode influenciar muito a Inteligência Artificial (IA) e a Internet das Coisas (IoT). Além disso, as empresas podem ir além do Business Intelligence tradicional e investir em análises intuitivas e avançadas, com uma velocidade muito maior.

É um passo de evolução para a banda larga sem fio que está chegando. O objetivo do 5G é aumentar bastante as potencialidades da rede que temos hoje, a 4G. A missão principal é alçar a banda larga móvel a padrões extremamente altos de usuários simultâneos e de velocidade de conexão.

O mundo todo está se tornando móvel e cada vez mais consumimos mais dados, principalmente ao passo que aumenta a popularidade do streaming de música e de vídeo. O que existe hoje de faixas de frequência tem ficado congestionado, o que leva a erros e falhas no serviço, sobretudo quando muitas pessoas que são de uma mesma região tentam obter acesso aos serviços online ao mesmo tempo.

O 5G tem muito mais eficiência para lidar com milhares de dispositivos de forma simultânea. Lembrando que são muitos os dispositivos, como câmeras de vídeo, celulares, sensores de equipamentos e iluminação urbana inteligente. Enfim, facilidades que todos precisam, principalmente às empresas, para que possam aumentar a produtividade e reduzir o tempo de processo.

Mesmo com a implantação dessa nova rede, as redes 3G e 4G permanecerão. Afinal de contas, não é possível obrigar todos a fazerem a troca de tecnologia de maneira imediata.

Para se ter uma noção, ainda se tem o 2G. Ele conecta pouco, só que ainda existe. Além do mais, não se consegue instalar toda a infraestrutura da nova rede de um dia para o outro e em todos os lugares. Portanto, haverá um bom tempo com a coexistência das redes 3G e 4G.